Em seu discurso durante a sessão ordinária da Câmara Municipal nesta quarta-feira (12), o vereador Fábio Cardozo (PPS) afirmou que vai permanecer intermediando as discussões salariais entre os agentes comunitárias de saúde e o prefeito Percival Muniz (PPS). Segundo Fábio, mesmo pertencendo a base política do prefeito, ele não abre mão de que a categoria tenha pelo menos um dos seus pedidos atendidos.

De acordo com Fábio, além do pagamento de uma gratificação em forma de incentivo para a categoria, que já vem sido discutido com a administração, as agentes visam o reajuste salarial. “Entendemos perfeitamente a posição do prefeito de que neste momento o município não pode arcar com o pagamento dos incentivos, já que não existe repasse do Ministério da Saúde para este fim, e a prefeitura se encontra em um momento financeiro delicado, contudo, não podemos de forma alguma, deixar de valorizar as nossas agentes, pois sabemos do árduo trabalho realizado por elas que contribui em muito para o setor de saúde do município, inclusive para a prevenção de diversas doenças. Desta forma, não há como atender a pelo menos um dos pedidos. Neste caso, acredito que o reajuste salarial seja a melhor opção”, avaliou o vereador.

Leia também:  João Mototáxi protocola pedidos de estudos econômicos para a realização de obras na cidade

Atualmente, as agentes comunitárias de saúde recebem cerca de R$ 1.140,00 mensais, sendo R$ 950,00 de salário base e mais 20% do adicional de insalubridade.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.