O período proibitivo da pesca nos rios de Mato Grosso termina na próxima semana. A partir do dia 28 (sexta-feira) a pesca está liberada, porém, apesar do término da Piracema, os pescadores não devem esquecer que existem regras para a pesca, que precisam ser seguidas durante todo o ano. A pesca é uma atividade de subsistência e os pescadores, amadores ou profissionais, devem observar a quantidade e o tamanho dos peixes retirados do rio.

A Piracema começou no mês de novembro de 2013 e durante o período várias apreensões foram realizadas e pessoas detidas em Rondonópolis. Além do pescado, na maioria das ocorrências também eram encontradas armas de fogo e animais silvestres.

De acordo com a sargento Silvana da Polícia Militar Ambiental, de novembro a janeiro já foram apreendidos 562 quilos de pescado, além das 166 unidades que foram soltas, pois ainda estavam vivas na hora da apreensão. Também foram apreendidos 432 apetrechos de pesca, 40 molinetes, oito canoas e três motores.

Leia também:  Mãe e crianças são mantidas reféns por mais de 30 dias em Rondonópolis

Um número que também chama a atenção são as armas de fogo, ao todo doze armas foram apreendidas e nove animais silvestres foram soltos. Durante esses meses, 23 pessoas foram pegas em flagrante e 35 conduzidas. Além de 25 tarrafas e 56 redes que serão incineradas em breve.

Durante quatro meses de proibição, o objetivo foi preservar a reprodução natural dos peixes.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.