O prefeito Percival Muniz esteve nesta terça-feira (18), em São Paulo, na sede da Odebrecht TransPort, empresa vencedora da concessão dos 850 quilômetros da BR-163, que se estende da divisa de Mato Grosso com o Mato Grosso do Sul e vai até a região de Sinop, no norte do Estado.

Na ocasião, Percival se reuniu com o diretor da área de rodovias da Odebrecht TransPort Renato Mello, onde conheceu e discutiu detalhes do projeto que prevê, além da duplicação dos 25 km  até o terminal da Ferronorte, a implantação do contorno sul, que ligará o aeroporto Maestro Marinho Franco até as BRs-163/364, na saída para Cuiabá.

“Tivemos uma reunião bastante produtiva, onde nos colocamos à disposição para firmar parcerias que resultem no desenvolvimento do município e, também, pudemos discutir os detalhes do projeto e conhecer mais sobre os investimentos previstos pela construtora que irão beneficiar a logística da nossa cidade”, informou o prefeito rondonopolitano.

Leia também:  Polícia prende acusado de matar idoso com pancadas na cabeça

“Além da duplicação até o terminal, já está certo que será construído um contorno de 10,9 quilômetros, com uma ponte sobre o Rio Vermelho, que será construído para tirar o tráfego de carretas do perímetro urbano, que tanto reivindicávamos”, completou Muniz. A Odebrecht TransPort, que será concessionária por 30 anos da BR-163 no trecho que vai de Sonora a Sinop, terá de investir R$ 4,7 bilhões na rodovia.

Percival revelou, ainda, que o diretor da Odebrecht TransPort anunciou que no próximo dia 10 de marco já está prevista a instalação do escritório da construtora no município. “Acertamos neste encontro de hoje, que antes desta data, voltaremos a nos reunir, já em Rondonópolis, onde eles (Odebrecht) nos apresentarão os levantamentos feitos sobre a implantação do projeto no entorno de Rondonópolis”.

Leia também:  Simulação de explosão é realizada no Shopping
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.