A Receita Federal arrecadou R$ 22,289 bilhões com o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e R$ 11,669 bilhões com a Contribuição sobre o Lucro Líquido (CSLL) em janeiro, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 25.

Os valores são, respectivamente, 6,89% e 2,73% menores do que os vistos em 2013. Segundo a Receita, esse resultado se deve à redução na arrecadação referente à estimativa mensal e ajuste anual “em decorrência de elevada concentração nos pagamentos desses dois tributos em janeiro de 2013”.

Com imposto de importação, a arrecadação somou R$ 3,426 bilhões no mês passado, um crescimento de 9,14% ante janeiro de 2013. O aumento se deu, segundo o Fisco, da elevação no valor em dólar das importações e da alta na taxa média de câmbio. Com IPI Vinculado, a arrecadação foi de R$ 1,343 bilhão, uma alta de 5,94% na mesma base de comparação.

Leia também:  Confira as vagas de emprego desta segunda (07/08/17) em Rondonópolis

A arrecadação referente ao IRPF somou R$ 1,336 bilhão, 10,89% acima do resultado de janeiro de 2013. De acordo com a Receita, o resultado é explicado por pagamentos decorrentes de ganho de capital na alienação de bens no mês passado.

A arrecadação com IOF caiu 7,50% e somou R$ 7,175 bilhões em janeiro de 2014. Esse resultado, segundo o Fisco, se deve pela “queda significativa” na arrecadação do IOF em operações de câmbio após desoneração feita em junho do ano passado. Além disso, houve redução na arrecadação das operações de crédito da pessoa jurídica, segundo a Receita.

Com Cofins, a arrecadação somou R$ 17,573 bilhões, uma queda de 4,82% na mesma base de comparação. Em relação ao PIS/Pasep, a arrecadação foi de R$ 4,827 bilhões, um recuo de 1,33%. A arrecadação com Receita Previdenciária chegou a R$ 28,719 bilhões, uma alta de 4,26% ante o primeiro mês de 2013.

Leia também:  Déficit previdenciário dos estados cresceu 10% em 2016
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.