No Brasil, estima-se que mais de 13,5 milhões de pessoas tenham diabetes, sendo que a metade desconhece a sua condição.

No mundo, a estimativa da Federação Internacional do Diabetes é que até 2025 o mundo terá 350 milhões de pessoas com a doença.

Nosso organismo produz no pâncreas a insulina, hormônio que tem a função de circular pelo sangue e facilitar a entrada de açúcar no interior das células. Este açúcar, representado principalmente pela glicose, é usado como energia para nosso corpo. Quando deixamos de produzir insulina, as células não conseguem aproveitar a glicose que se acumula no organismo, causando excesso de açúcar no sangue.

Há mais de um tipo de Diabetes: o diabetes do tipo 1 e o diabetes tipo 2. O mais comum, que representa 90% dos casos, é o do Tipo 2. Neste tipo de diabetes, os sintomas (mal-estar, desidratação, quedas dos níveis de consciência) surgem de repente, de forma moderada porque o pâncreas funciona bem até determinada fase da vida do paciente. Já o Diabetes tipo 1 ou juvenil costuma se manifestar de forma abrupta, com muita sede, fome e aumento do volume e frequência da urina. Em todos os casos as reações se dão por falta de insulina dentro das células do corpo, mas em excesso no sangue.

Leia também:  “Fonte da juventude” é achada no intestino de idosos saudáveis

Para não adiar o controle do Diabetes é preciso adotar métodos saudáveis no dia-a-dia, cuidando principalmente da alimentação. Dieta equilibrada e prática de exercícios físicos são fundamentais para uma boa qualidade de vida.

Sem abrir mão do sabor

Não é porque você acabou de descobrir que tem diabetes, ou ainda, que convive há anos com ele, que não pode viver a vida em sua plenitude e saborear os prazeres da mesa. Com pequenas mudanças de hábitos é possível transformar alimentos em grandes aliados. Um exemplo disso você encontra no livro Comida que cuida 2 – O prazer na mesa e na vida de quem tem diabetes. Com diversas receitas saborosas, além de dicas de especialistas, o livro é um verdadeiro convite ao bem-estar e à qualidade de vida para quem tem diabetes.

Leia também:  Dieta: muito além do peso na balança
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.