E mais uma vez o empresário Eraí Maggi (PP) pode ser candidato à vaga de suplente ao Senado caso se confirme o deputado Federal Wellington Fagundes (PR) como candidato.

A conversação entre Fagundes e Eraí, segundo fonte da Coluna Bastidores, está bem adiantada e seria mais uma condição imposta por parte do Movimento Mato Grosso Muito Mais para ceder a vaga ao Senado na chapa de Pedro Taques (PDT) ao deputado rondonopolitano.

Ainda segundo a fonte da coluna, o atual senador Blairo Maggi (PR), estaria empurrando o seu partido com muita “determinação” para a base de apoio à Taques, mas, uma ala do PR que não quer deixar os cargos no governo e muito menos a base de apoio ao grupo do governo ainda resiste as pressões de Blairo.

Leia também:  Temer visita Mato Grosso na sexta-feira

PARA RECORDAR

Em 2002 Eraí foi suplente de Dante de Oliveira na disputa de uma vaga ao senado. Na época os comentários de bastidores eram de que Eraí só apoiava Dante para irritar o primo (Blairo) que foi o candidato vencedor ao governo do estado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.