Edson Ferreira e o representante da Vivo Paulo Jorge - Foto: Assessoria
Edson Ferreira e o representante da Vivo Paulo Jorge – Foto: Assessoria

Depois de intensas reclamações registradas no Procon, manifestos populacional e militâncias feitas por vereadores locais, um representante da operadora Vivo anunciou na tarde de terça-feira (25) durante reunião com o secretário Municipal de Desenvolvimento Econômico, Edson Ferreira, a construção de duas torres até o final de Julho. 

Porém o ‘benefício’ não deve sanar nem a metade dos problemas enfrentados pelos usuários em Rondonópolis, haja vista, que uma torre será instalada no Complexo Intermodal da ALL e outra na região do bairro Novo Horizonte, ou seja, apenas uma virá para a área urbana.

Para o coordenador do Órgão de Defesa do Consumidor (Procon), Juca Lemos, a Vivo precisa investir na mesma altura que a arrecadação que ela tem aqui.

Leia também:  Bombeiros controlam incêndio em terreno baldio na Dom Pedro II

“Eu não sou nenhum técnico, mas é notório que as dificuldades na ligação estão nos quatro cantos do município, sejam ligações não efetuadas ou cortadas. Eles precisam melhorar muito, não só no sentido de sinal, mas no atendimento também”, explica o coordenador.

Durante a reunião, o representante terceirizado pela Vivo, Paulo Jorge, afirmou que a escolha do local das novas antenas, foi feito a partir de um estudo que apresentou ambas regiões como as mais críticas. Ele ainda garantiu que com a instalação das duas torres o serviço ficará bem melhor em Rondonópolis, o que não significa 100%.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.