O programa de apoio à agricultura familiar Voltar a Querer, elaborado pela Associação Mato-grossense dos Municípios, foi apresentado em Campo Verde, para o prefeito Fábio Schroeter, membros do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, entre outros líderes locais.  O programa é articulado pela Associação Mato-grossense dos Municípios e Sicredi, com a parceria de entidades executoras, como os Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural Sustentável, Secitec, Pronatec, Embrapa, Senar, Sedraf, MDA, Mapa, Senar, Empaer, Coopervale, prefeitura, entre outros. A primeira etapa vai contemplar 20 municípios, selecionados devido à vocação para atividade rural e maior demanda por atendimento.

Participaram também da reunião Carlos Milhomen, da Secitec, Pedro Paulo Montagner, secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Sergio Antônio Alves, do banco Sicredi, Carlos Bonateli, do Banco do Brasil, Eliane Machi, representante da Secretaria de Educação, Sueli Ferreira da Silva, representante da Secretaria de Saúde, Sergio Mazeto, da Empaer, Solange Marques Araújo, da Secretaria de Ação e Promoção Social, Diego Ângelo Zaguski, do Indea, João Batista Nogalles, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Edson Silva Castro, da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente, Fernando Schroeter, superintendente do Consórcio da região Sul – CIDESASUL, além do secretário do consórcio.

Leia também:  Mais de 5 mil espécies de rosa do deserto podem ser adquiridas em feira em Cuiabá

O programa prevê a seleção de 10 pequenos produtores para desenvolver em suas propriedades um hectare de banana, goiaba, mamão e outras frutíferas ou legumes e verduras associados ou não. Com essa dinâmica haverá ao todo 200 hectares de frutas, legumes ou verduras, distribuídos em várias regiões do estado, servindo de referência e incentivo para o desenvolvimento da atividade no meio rural.

Campo Verde possui o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, que é atuante. O gerente de Desenvolvimento Econômico da AMM, Hudson Saturnino, falou sobre a importância da atuação do Conselho para propor, elaborar e gerir os planos de ação para o desenvolvimento rural.

Hudson também fez a apresentação do programa Voltar a Querer, que nesta primeira etapa será implantado nos seguintes municípios: Nova Bandeirantes, Castanheira, Novo Horizonte do Norte, Porto dos Gaúchos, Brasnorte, Nova Maringá, Alto Paraguai, Rosário Oeste, Jangada, Nossa Senhora do Livramento, Planalto da Serra, Nova Brasilândia, Campo Verde, Tesouro, Guiratinga, Pedra Preta, Itiquira, General Carneiro, Torixoreu, Ponte Branca e Salto do Céu.

Leia também:  Unemat oferece 10 bolsas cultura para atuar no projeto Sinfonia em Cáceres

Vários municípios já receberam a equipe da AMM e parceiros para a criação ou reativação dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Rural nos dois primeiros meses do ano. Além disso, foi realizada uma oficina, na AMM, para a elaboração do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural, que tem o objetivo de estabelecer diretrizes para o desenvolvimento rural local de forma sustentável e direcionar as ações fomentadas pelos municípios no campo. A iniciativa visa elaborar um diagnóstico da realidade local, com o levantamento dos problemas e carências da área rural, para subsidiar a elaboração do plano de ação para o desenvolvimento do setor.

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.