Começa nesta segunda-feira (17) o ano letivo da rede estadual de ensino que é marcado por várias mobilizações até quarta-feira (19) como parte do movimento foi convocado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) em prol de melhoria na educação.

Dentre as reivindicações do CNTE as principais estão se a exigência pelo cumprimento da lei do Piso, Carreira e Jornada e votação imediata do Plano Nacional de Educação.

O representante do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino público de Mato Grosso (Sintep/MT) em Rondonópolis, João Eudes Anunciação, relatou que no município serão feitas algumas ações e nesta segunda-feira será feito um raio X da realidade das condições das escolas para inserir nas cobranças da categoria.

Leia também:  Governo dá primeiro passo para concessão do Marechal Rondon e mais 4 aeroportos de MT

O sindicato também realizará um ato, nesta terça-feira (18) a partir das 8h na Praça Brasil, como parte do protesto que acontece no país durante estes três dias. No último dia de manifestações serão feitas passeatas em Cuiabá e em Brasília.

João Eudes afirmou que além das reivindicações nacional no estado também é cobrado outros pontos, como por exemplo, a realização de concurso e o cumprimento de acordo realizado na greve no ano passado.

SISPMUR

O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur), também aderiu a mobilização nacional e conta com a paralisação de todos os serviços. O protesto visa reforçar as cobranças as cobranças contra a administração de Percival Muniz. Durante o período eleitoral o prefeito fez vários compromissos com os servidores públicos.

Leia também:  Em MT, umidade do ar varia entre 12% e 20% e Defesa Civil emite alerta
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.