A Câmara Municipal entrou com pedido na Justiça para pedir o cancelamento do seletivo (leia aqui) que seria realizado pela Prefeitura Municipal no domingo (30). O legislativo tomou essa decisão após a atual administração não ter enviado o projeto para ser votado na Câmara, como está previsto na lei.

A Justiça acatou o pedido e cancelou o seletivo. Por meio da Assessoria de Imprensa da Prefeitura informou que ainda não foi notificada da decisão, porém que optou em suspender o seletivo.

Confira na íntegra a nota enviada pela Assessoria de Imprensa.

Apesar da prefeitura de Rondonópolis não ter sido notificada pelo Poder Judiciário, até o início da tarde desta sexta-feira (28), o procurador-geral do município, Fabrício Miguel Correa, tomou a decisão de suspender o processo seletivo simplificado 002/2014. Ele tomou essa atitude depois de ter conhecimento do mandado de segurança impetrado e a liminar deferida. 

Com a medida, a prova prevista para acontecer no domingo, dia 30 de março, fica suspensa. Fabrício Correa orienta os candidatos inscritos a aguardarem pelo desfecho do processo. “Mesmo sem ter sido intimado, tomamos a decisão de suspendermos o seletivo. Portanto, a prova não vai ser realizada nesta data. Nossa sugestão aos candidatos inscritos é que aguardem pela solução do processo”, orienta.

 

Leia também:  Santa Casa amanhece de portas fechadas

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.