A greve dos servidores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), que teve início no dia 30 de janeiro, chegou ao fim com a decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) contraria aos trabalhadores.

O TST julgou contrario ao dissidio da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios , Telégrafos e Similares (FENTECT) e colocou fim a greve, de modo que os servidores não conquistaram muitas das reivindicações.

De acordo com a Federação, o TST foi contraditório na decisão tomada nos anos anteriores, principalmente no que diz respeito a gestão do plano de saúde e a necessidade de negociação com a FENTECT antes de qualquer decisão.

Apesar do resultado contrario a FENTECT considerou esta a maior mobilização grevista.

Leia também:  Motorista embriagado é preso em flagrante após levar pônei para 'passear' dentro de carro
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.