A área estimada destinada à semeadura do algodão em Mato Grosso registrou aumento. De acordo com Boletim Semanal de Análise de Algodão esse aumento é devido principalmente à manutenção de um melhor cenário se comparado à safra passada.

De acordo com a análise a safra 2012/13 teve 452.303 hectares destinados à semeadura da pluma, devendo haver incremento de 33,7%, subindo para 604.609 hectares.

Os dados afirmam que a região com maior área destinada à fibra entre as regiões produtoras no Estado é a sudeste, com 270.258 hectares, enquanto a menor é a nordeste, com 5.762 hectares.

A pesquisa constata que os tipos de safra estão semelhantes aos da safra passada, sendo 70,1% (423.686 hectares) para 2ª safra, e 29,9% (180.923 hectares) para 1ª safra. O que deve trazer produtividade semelhante, porém menor do que a da safra 2012/13, com queda de 1,7% na produtividade, registrando 1.492 kg/ha (100@/ha) de pluma, enquanto a safra passada registrou 1.519 kg/ha (101@/ha).

Leia também:  UNEMAT divulga lista de aprovados do vestibular 2017/2

A queda de produtividade é justificada por questões climáticas, devido às fortes chuvas do início do ano, alguns produtores foram forçados a semear seus últimos hectares após o encerramento da janela ideal, o que pode acarretar em falta de chuvas para a parte final do desenvolvimento da pluma. No entanto, os dados afirmam que mesmo com o decréscimo na produtividade, o aumento da área deve elevar em 31,3% a produção de pluma no Estado, subindo de 687.159 toneladas da safra 2012/13, para 902.542 toneladas previstas na safra atual.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.