Se Wanderlei Silva fez um vídeo falando da terceira temporada do The Ultimate Fighter Brasil – Em Busca de Campeões no dia de sua estreia e aproveitou para criticar seu antagonista, Chael Sonnen comentou sua participação e a do rival no reality show através de uma entrevista. O lutador americano disse ao site americano “MMA Fighting” que os fãs podem esperar muitas discussões entre ele e Wand e muito mais confusão do que a tão falada briga entre os dois, que teve um trecho em vídeo divulgado num dos trailers da temporada.

– Sobre o incidente com o Wanderlei, houve muitos incidentes. Um deles atraiu mais atenção do que os outros. O cara foi uma dificuldade enorme para se trabalhar junto, diariamente – afirmou Sonnen.

O americano entregou que o programa deve ter algumas brincadeiras e provocações da equipe de Wanderlei com a sua, uma tradição do TUF Brasil até aqui, mas que não aconteceu no TUF 17, em que Sonnen e Jon Jones foram os treinadores. Na ocasião, os dois técnicos conversaram e decidiram que se comportariam como numa competição tradicional, sem disputa fora de campo, ou, no caso, fora do octógono.

Leia também:  MT | Inscrições para Circuito Estadual de Tênis encerram nesta segunda

– O que técnicos opostos no futebol fazem? Eles fazem brincadeiras? Eles vandalizam? Eles incomodam um ao outro? Ou eles fazem o melhor trabalho com seus times? Ele (Jones) disse, “Estou contigo”. Com Wanderlei, isso não funcionou. Eu tentei ter essa conversa com ele muitas vezes. Não funcionou – lamentou Sonnen.

O motivo pelo qual Wanderlei não gostava de socializar com o “Gângster de West Lynn” foi a série de acusações feitas por ele sobre sua carreira. Sonnen já afirmou que as vitórias do brasileiro no Pride – onde o “Cachorro Louco” ficou sem perder por 18 lutas consecutivas e foi campeão dos pesos-médios por quase seis anos – foram armadas. Ele voltou a fazer as mesmas declarações.

Leia também:  Brasil vence a Holanda e tem desafio mortal contra os Estados Unidos

– O cartel do Wanderlei é o pior da história do UFC, não só na Zuffa (empresa proprietária do Ultimate desde 2001), mas incluindo a época do SEG também. Ele atualmente tem cinco vitórias e oito derrotas, este é o cartel (Nota do Editor: na verdade, são cinco vitórias e sete derrotas). Ele ganhou suas últimas duas lutas, então isso significa que ele já teve três vitórias e oito derrotas (Nota do Editor: Wand venceu dois de seus últimos três combates). Nunca houve um cara tão terrível no UFC. Achei que ele pareceu muito bem na última luta e é um cara perigoso. Não estou o menosprezando. Mas ele enganou as pessoas no Japão com aquela farsa maldita. Vou expor sua verdadeira história competitiva sempre que puder. Eu o expus há muitos anos por aquelas lutas no Japão serem de mentira. Aqueles árbitros estavam usando um aparelho no ouvido, parecem com Earl Hebner e seu irmão gêmeo (dois famosos árbitros de lutas de telecatch). Aquelas lutas não eram reais. Tive um companheiro de equipe que me contou que o promotor entrava com US$ 10 mil em dinheiro e te dizia como a luta aconteceria.

Leia também:  Atletas sub 16 de Rondonópolis participam de competição em Cuiabá

Depois que o expus, recebi apoio de (Gary) Goodridge, (Mark) Coleman e (Don) Frye, dizendo que Chael está certo – disse Sonnen.

A terceira temporada do TUF Brasil passa aos domingos, depois do Big Brother Brasil, na Rede Globo, e reprisa às quartas-feiras, às 22h (horário de Brasília), no Combate.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.