Foto: reprodução/ TV Globo
Foto: reprodução/ TV Globo

 

Shirley (Vivianne Pasmanter) sempre foi rainha no quesito alfinetadas em Helena (Julia Lemmertz). Vinte anos depois de se afastar da rival, ela arremata um quadro caríssimo em um leilão da inimiga de infância só para esfregar na cara dela que está riquíssima. E como não poderia deixar de ser, o reencontro é marcado por farpas e provocações.
Helena sugere que a loira lance um livro chamado “A Arte de se dar bem”, já que se casou com um fazendeiro rico e herdou toda a sua fortuna. “Maravilha, Leninha. E você, quem sabe, um outro: A Arte de se dar mal”, diverte-se Shirley, venenosa.

Depois, a loira exibe a tatuagem com o nome de Laerte (Gabriel Braga Nunes) para Helena. “Linda. Tenho que reconhecer que homem nenhum foi tão cortejado por uma mulher mais do que ele por você”, provoca a leiloeira. “Obrigada, querida, mas substitua a palavra cortejado por amado. Adorado”, responde a perua, que joga na cara sua “vantagem” em relação à Laerte. “Eu tenho um filho dele. Que carrega o nome dele. E um filho é melhor do que qualquer souvenir: cartas, fotos e mesmo as lembranças do passado. Um filho é uma âncora”, ataca.

Leia também:  Do outro lado do Paraíso | Clara demonstra desejo: 'Uma vingança sem armas'

Esse reencontro promete! Não perca a cena, que está prevista para ir ao ar na quinta-feira, dia 13 de março.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.