Apesar de ser considerado um dos Estados mais importantes do Agronegócio, Mato Grosso não está preparado para o escoamento da produção. Na última sexta-feira (21), mais de 400 motoristas fizeram um manifesto em frente ao Complexo Intermodal da América Latina Logística (ALL) de Rondonópolis cobrando mais estrutura e agilidade.

Para falar sobre esse ‘caos’ na logística o entrevistado da semana é o diretor executivo da Associação dos Transportadores de Cargas de Mato Grosso (ATC), Miguel Mendes. No bate-papo, Miguel afirmou que todos esses problemas como falta de caminhão, de estradas, demora na carga e descarga e congestionamentos quilométricos foram previstos por várias entidades e especialistas do setor, porém nada foi feito e que agora quem sofrerá com os prejuízos em todos os sentidos serão os cidadãos.

Leia também:  Cerca de 20% dos servidores da Politec não fizeram o recadastramento em 2017

Confira a entrevista completa em vídeo.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=oW8J7v7pA7M[/youtube]

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.