Um vídeo concedido com exclusividade ao site AGORA MT mostra que Roberto da Costa Silva, 23 anos, preso no dia 6 de março, pode não ser o tarado que vinha sendo procurado pela polícia e que estava aterrorizando os bairros Jardim Azaleia, Parque Sagrada Família e Parque São Jorge.

No dia da prisão, Roberto estava em uma moto Titan vermelha, porém nas imagens é possível notar a diferença entre as duas motos e devido a distância das câmeras é impossível uma identificação facial .

O suspeito que foi detido por populares e amarrado a um poste até a chegada da polícia esteve no site e nega todas as acusações. Ele afirmou que estava apenas ‘mijando’ e que por causa de todo esse tumulto ele não consegue mais sair de casa, pois está com medo de populares.

Leia também:  Motorista atravessa sinalização durante perseguição policial e joga arma em cima de residência

O advogado de acusado, Ronaldo Bezerra dos Santos, afirmou ainda que a forma de reconhecimento realizada no dia da prisão foi totalmente fora da lei, já que o suspeito foi apresentado sozinho, não havia outras pessoas para que as vítimas pudessem apontar o acusado. Roberto passou o dia na delegacia e foi solto no início da noite.

A responsável pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher, Divina Aparecida, que está com o caso afirmou que o fato é encarado como ato obsceno e ainda está parado. Ela afirmou que na próxima semana as vítimas começarão a ser ouvidas e só depois o vídeo será analisado.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=E8HN_UNsqMQ&list=UUCUete_T6eFKbuUNfvFx40A[/youtube]

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.