O deputado federal Wellington Fagundes (PR-MT) reuniu-se, nesta terça (25), com o presidente da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Jorge Bastos, para obter maiores informações sobre a duplicação e manutenção de trechos rodoviários importantes de Mato Grosso, como toda a extensão da travessia urbana na rodovia BR-163, do trecho de 25 km que liga o terminal da América Latina Logística, no km 94,9, até o local denominado “Trevão”, em Rondonópolis. Também os 28,1 km da Rodovia dos Imigrantes, que faz a travessia urbana de Cuiabá/Várzea Grande.

Fagundes já havia pedido prioridade nas obras em requerimento protocolado na Câmara dos Deputados, no dia 13 passado. Na audiência, o superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes em Mato Grosso, Luiz Antonio Garcia, afirmou que já foi dada a ordem para o início dos serviços de manutenção na Rodovia dos Imigrantes, sendo contratada a empresa de engenharia Três Irmãos para a execução das obras.

Leia também:  Presidente da Câmara de Rondonópolis participa de Sessão Especial em Itiquira

Jorge Bastos anunciou que a transferência da responsabilidade dos trechos para a Odebrecht deverá significar prioridade na manutenção dos dois trechos enquanto não se faz a duplicação dos 28,1 km da Rodovia dos Imigrantes, conhecida pelo alto número de acidentes.

O deputado Wellington Fagundes afirma que o diálogo com a ANTT foi produtivo e lembrou o anúncio feito pela própria presidente Dilma Rousseffl durante visita a Rondonópolis em setembro passado, da duplicação do trecho entre Rondonópolis e o terminal de cargas da ALL. “O terminal ferroviário da ALL, obra de extrema importância logística para o escoamento da produção de grande parte da região Centro-Oeste, já apresenta grave problema ocasionado justamente pela falta de duplicação da rodovia e dos trechos em questão. As enormes filas para descarregar, além de gerar substanciosas perdas, aumentam o custo Brasil e prejudica o escoamento da produção das principais regiões do Centro-Oeste brasileiro”, explicou.

Leia também:  Senado aprova projeto que obriga preso a pagar tornozeleira
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.