Secretario durante a reunião de hoje - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Secretario durante a reunião de hoje – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

 

A reunião que aconteceu na manhã desta quinta-feira (06) pode dar início a um processo investigatório dentro da Câmara Municipal, Comissão Especial de Investigação (CEI), sobre a venda ilegal de casas populares em Rondonópolis. O encontro causou constrangimento entre os parlamentares municipais, isso porque o secretário de Habitação, Ildo Rodrigues (PSC), acusou os vereadores de serem covardes e não terem aberto já há muito tempo um processo de investigação sobre o assunto.

O vereador Fulô (PMDB) foi a única voz a se levantar contra as acusações de Ildo, “Quem tem que apurar o mal feito dentro da Secretaria é o secretário da pasta e eu acho que esse homem é o senhor Ildo Rodrigues”, sem conseguir se explicar à Fulô, Ildo se manteve calado sobre o assunto.

Leia também:  Kleber Lima recebe apoio

Na semana passada, quatro pessoas foram presas em flagrante acusadas de vender “direitos” de uma casa do Programa Minha Casa Minha Vida (leia aqui).

Até agora pelo menos duas famílias dizem terem sido vítimas da quadrilha que cobrava R$ 7 mil para a aquisição do “direito”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.