O Centro de Controle, Comunicação e Inteligência de Rondonópolis – C3i, recebe com regularidade as imagens das 20 câmeras de monitoramento existentes na cidade, desde às 22h da segunda-feira (10). O secretário de Transporte e Trânsito do Município, Argemiro Ferreira (PSDB), conta que o problema que se arrastava a cerca de três anos foi resolvido pela iniciativa do prefeito Percival Muniz (PPS) de incluir os serviços de manutenção corretiva e preventiva no pacote de contratações para o setor de monitoramento do trânsito da cidade.

Argemiro Ferreira explica que, para dar condições de transmissão das imagens, foi necessário fazer primeiro a manutenção corretiva dos equipamentos e vários acessórios foram substituídos. O prefeito autorizou ainda a contratação do serviço de manutenção preventiva pelo prazo de cinco anos. O que vai assegurar a transmissão de imagens de forma contínua, neste período. O secretário acrescenta que o sistema está funcionando plenamente nesta fase de teste.

Leia também:  Taques vem a Rondonópolis amanhã inaugurar reconstrução de asfalto da Rodovia do Peixe

MISSÃO DO ESTADO

O secretário esclarece à população local que a missão da prefeitura é apenas pela parte de manutenção corretiva e preventiva que já foi realizada. O processo de operacionalização do C3i, informa Argemiro Ferreira, é competência do Governo do Estado. “A parte que compete ao município é dar funcionalidade ao sistema de monitoramento na cidade e isso já foi executado… A responsabilidade pela operacionalização do serviço é do Estado”, reforça.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.