No meio do MMA, ninguém pode se vangloriar de terem enfrentado Jon Jones em uma luta e ter levado vantagem. A única derrota do campeão dos meio-pesados do UFC foi por desclassificação para Matt Hammil – e nem o própr io Hammil se considera vitorioso naquele combate. Entretanto, se sairmos do mundo das lutas, pelo menos uma pessoa pode afirmar que já enfrentou o super-campeão diversas vezes, e saiu vitorioso em todas: o irmão mais velho de Jon Jones, Arthur, que atualmente é defensive end do Indianapolis Colts, da NFL. Com 143 kg distribuídos em 1,91m de altura, Arthur garantiu, em entrevista à rede de TV NBC, que pode dar uma surra em seu irmão a qualquer hora.

– Podem gravar, e podem dizer a ele que eu disse isso. Se nós lutarmos, eu acabo com ele. Não é segredo para ninguém. Se vocês forem até lá e perguntarem, ele mesmo dirá que eu, como irmão mais velho, jamais perdi uma luta para ele. Nossa última briga aconteceu há um ou dois anos, e eu não perdi.

Leia também:  Cuiabá Arsenal faz vaquinha para viajar à semifinal no Nordeste

Arthur Jones, no entanto, admite que as regras de uma briga de irmãos na sala não são as mesmas adotadas pelo UFC.

– Ele é um lutador profissional, luta no UFC e é campeão mundial. Sou esperto o suficiente para saber que só posso lutar com ele em um ambiente fechado, sem muito espaço. Se a luta acontecer em um espaço aberto, em que ele possa dar socos e chutes, a coisa pode mudar de figura. Mas nunca fui ruim de briga. Não é para me gabar, mas fui duas vezes campeão de wrestling. Posso dizer que sei cuidar de mim mesmo – disse o jogador de futebol americano.
Perguntado se algum dia poderia tentar entrar na divisão dos meio-pesados do UFC, cujo limite de peso é de 93kg, Arthur Jones brincou sobre quanto peso teria de perder para bater o peso da divisão.

Leia também:  Cuiabá vence e se classifica para grande final

– Eu provavelmente teria que cortar uma perna e um braço para chegar aos 93kg. Talvez assim Jon me vencesse em uma luta.

Ouvido também pela reportagem, o irmão mais novo de Jones, Chandler, que é defensive end do New England Patriots, também da NFL – e que pesa 122kg e mede 1,96m – revelou que a competição entre os irmãos era uma constante na casa da família Jones desde cedo.

– Nós competíamos em casa por tudo, qualquer coisa. Todos fazíamos wrestling, e em qualquer hora do dia ou da noite, nós botávamos a casa abaixo. Quebramos muitos móveis quando éramos mais novos, e estamos recompensando a nossa mãe por isso até hoje. O motivo das brigas eram os mais idiotas. Podia ser o último pedaço de frango na panela, ou um biscoito. Qualquer coisa. A briga começava até mesmo pela ordem de jogar uma partida de videogame. Mas essa rivalidade moldou o nosso caráter e nos fez quem somos hoje

Leia também:  União vence e assume liderança da Copa FMF
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.