No meio do MMA, ninguém pode se vangloriar de terem enfrentado Jon Jones em uma luta e ter levado vantagem. A única derrota do campeão dos meio-pesados do UFC foi por desclassificação para Matt Hammil – e nem o própr io Hammil se considera vitorioso naquele combate. Entretanto, se sairmos do mundo das lutas, pelo menos uma pessoa pode afirmar que já enfrentou o super-campeão diversas vezes, e saiu vitorioso em todas: o irmão mais velho de Jon Jones, Arthur, que atualmente é defensive end do Indianapolis Colts, da NFL. Com 143 kg distribuídos em 1,91m de altura, Arthur garantiu, em entrevista à rede de TV NBC, que pode dar uma surra em seu irmão a qualquer hora.

– Podem gravar, e podem dizer a ele que eu disse isso. Se nós lutarmos, eu acabo com ele. Não é segredo para ninguém. Se vocês forem até lá e perguntarem, ele mesmo dirá que eu, como irmão mais velho, jamais perdi uma luta para ele. Nossa última briga aconteceu há um ou dois anos, e eu não perdi.

Leia também:  Atletas sub 16 de Rondonópolis participam de competição em Cuiabá

Arthur Jones, no entanto, admite que as regras de uma briga de irmãos na sala não são as mesmas adotadas pelo UFC.

– Ele é um lutador profissional, luta no UFC e é campeão mundial. Sou esperto o suficiente para saber que só posso lutar com ele em um ambiente fechado, sem muito espaço. Se a luta acontecer em um espaço aberto, em que ele possa dar socos e chutes, a coisa pode mudar de figura. Mas nunca fui ruim de briga. Não é para me gabar, mas fui duas vezes campeão de wrestling. Posso dizer que sei cuidar de mim mesmo – disse o jogador de futebol americano.
Perguntado se algum dia poderia tentar entrar na divisão dos meio-pesados do UFC, cujo limite de peso é de 93kg, Arthur Jones brincou sobre quanto peso teria de perder para bater o peso da divisão.

Leia também:  Acontece nesse final de semana 1º Torneio de Férias de Vôlei no Ginásio Municipal de Jaciara

– Eu provavelmente teria que cortar uma perna e um braço para chegar aos 93kg. Talvez assim Jon me vencesse em uma luta.

Ouvido também pela reportagem, o irmão mais novo de Jones, Chandler, que é defensive end do New England Patriots, também da NFL – e que pesa 122kg e mede 1,96m – revelou que a competição entre os irmãos era uma constante na casa da família Jones desde cedo.

– Nós competíamos em casa por tudo, qualquer coisa. Todos fazíamos wrestling, e em qualquer hora do dia ou da noite, nós botávamos a casa abaixo. Quebramos muitos móveis quando éramos mais novos, e estamos recompensando a nossa mãe por isso até hoje. O motivo das brigas eram os mais idiotas. Podia ser o último pedaço de frango na panela, ou um biscoito. Qualquer coisa. A briga começava até mesmo pela ordem de jogar uma partida de videogame. Mas essa rivalidade moldou o nosso caráter e nos fez quem somos hoje

Leia também:  Richard Gama vence três e cai nas semifinais para líder
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.