O pré-candidato do PSDB à Presidência da República, senador Aécio Neves terá que cancelar a sua conta no Facebook após a Justiça entender que a página estava sendo usada para fazer campanha. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu na noite de quinta-feira (13) liminar para determinar a imediata retirada de uma página no Facebook favorável ao pré-candidato.

O pedido da retirada foi feito pelo Ministério Público Eleitoral, que entendeu que há elementos no perfil ‘Aécio Neves Presidente 2014’ que apontam para uma campanha fora de época em favor do tucano.

Até a manhã deste domingo (16) a liminar ainda não foi cumprida e a página continuava no ar. Essa é a 2ª vez que a Corte decide retirar do ar uma página do Facebook relacionada a um provável candidato ao Palácio do Planalto. Há duas semanas, também por provocação do MP Eleitoral, o ministro Admar Gonzaga derrubou a página ‘Eduardo Campos Presidente’ pelos mesmos motivos.

Leia também:  Blairo reage à delação de Silval

aécio2

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.