Depois de ser acertado pelo Kamui Kobayashi logo na primeira curva e ser obrigado a abandonar o GP de Austrália, no último domingo, Felipe Massa cruzou o paddock irritado, sem entender a largada desastrosa do japonês. O brasileiro pediu uma punição severa ao adversário, que voltou à Fórmula 1 nesta temporada depois de conseguir arrecadar fundos com os fãs para “comprar” uma vaga na Caterham.

A equipe acabou não sendo punida pelos comissários em Melbourne, já que foi comprovado que o sistema de freios eletrônicos não funcionou, impossibilitando que o piloto freasse o carro. Kobayashi recebeu algumas críticas de seguidores em seu perfil no Twitter e acabou se irritando.
– Alguém me critica no Twitter, mas eu queria perguntar como eu faço para parar o carro sem o freio traseiro? Preciso pular do carro e o empurrar? – disse o japonês, após a disputa em Albert Park.

Leia também:  Brasileira leva ouro em natação e se torna a 1° campeã mundial do país

Nico Rosberg venceu a prova de abertura da temporada, mostrando que a Mercedes é uma das times favoritos ao título. Após colocar a RBR na primeira fila do grid, o “anfitrião” Daniel Ricciardo assegurou o segundo lugar e comemorou muito o que seria seu primeiro pódio e o primeiro de um australiano em casa. Mas, após a corrida, o piloto foi desclassificado em razão de irregularidades no sistema de fluxo de combustível de sua RBR.

A equipe tetracampeã só teve motivos para lamentar nesse domingo: Sebastian Vettel abandonou o RB10 ainda na quinta volta. Com a exclusão de Ricciardo, o dinamarquês Kevin Magnussen subiu para segundo com a McLaren. E a equipe, que não tinha um piloto entre os três primeiros há mais de um ano pôde comemorar dobrado, já que Jenson Button pulou para terceiro. De quebra, o time inglês assumiu a liderança do campeonato de construtores, com 33 pontos.

Leia também:  Cuiabá Arsenal encara último rival da 1ª fase do brasileiro
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.