A receita do setor de serviços do país cresceu 9,3% em janeiro, na comparação com igual mês de 2013, de acordo com dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta terça-feira (18), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa é maior que as registradas em dezembro (8,3%) e novembro (8,6%). O crescimento nominal (descontada a inflação) acumulado em 12 meses ficou em 8,5%.

A alta foi puxada, principalmente, pelos Serviços prestados às famílias, que cresceram 12,1%. Em seguida vêm os Serviços de informação e comunicação, que cresceram 8,8%; os Serviços profissionais, administrativos e complementares, 9,0%; Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio, 10,0%; e Outros serviços, 6,8%.

Leia também:  Tarifa de energia deve ficar no patamar 2, se escassez de chuva continuar

Na série dos últimos 12 meses, a taxa de janeiro (9,3%) foi inferior apenas às de abril (11,6%) e setembro (9,7%).

Os segmentos de Serviços de informação e comunicação e os Serviços profissionais, administrativos e complementares também contribuíram acentuadamente para o crescimento do setor de serviços em janeiro. Esses dois segmentos apresentam uma participação relativa bastante expressiva na estrutura do setor: 35,7% e 20,5%, respectivamente.

Quanto à composição relativa da taxa, a contribuição dos Serviços de informação e comunicação passou de 27,7% em dezembro para 32,3% em janeiro e a dos Serviços profissionais, administrativos e complementares, de 18,1% para 19,4%. Em que pese os Transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio terem contribuição expressiva na composição da taxa, houve desaceleração de 41,0% em dezembro para 34,4%, em janeiro.

Leia também:  Captação de leite registra queda de 10,3% em MT

A Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) abrange o segmento empresarial não financeiro, exceto os setores da saúde, educação, administração pública e aluguel imputado.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.