As ‘rixas’ entre PT e PMDB estão tomando grandes proporções e isso começou a preocupar os aliados da presidente Dilma Rousseff (PT) devido à proximidade das eleições de 2014. Para tentar amenizar a situação, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva desembarcou ontem (5) em Brasília e se reuniu com a presidente, na tentativa de ‘soldar’ a aliança para a campanha da reeleição.

O ex-presidente e a cúpula do PT avaliam que Dilma deve ser mais “política” e não entrar em novo confronto com a ala do PMDB representada pelo líder do partido na Câmara, Eduardo Cunha (RJ), para evitar que os problemas se estendam ao Senado e à campanha pelo 2º mandato.

O encontro de Dilma e Lula estava marcado antes de Cunha pregar o rompimento da parceria com o PT, uma ofensiva lançada na terça-feira (4) de Carnaval que causou preocupação no Governo (leia aqui).

Leia também:  Argemiro mostra trabalho e pede também nomeações

“Lula saberá avaliar se o PMDB quer mesmo sair de verdade da coalizão ou se quer sair para poder entrar mais”, disse um ministro do PT, sob condição de anonimato.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.