O déficit da Previdência neste ano deve ficar próximo dos R$ 49,9 bilhões registrados em 2013, cerca de R$ 10 bilhões acima do estimado pela equipe econômica do governo, disse o ministro da Previdência, Garibaldi Alves, em entrevista publicada pelo jornal Valor Econômico nesta segunda-feira (17).

Garibaldi explica que o número apresentado no decreto de contingenciamento do Orçamento, de um déficit de R$ 40,1 bilhões, não foi discutido com seu ministério. Segundo o jornal, para a área técnica da pasta, o déficit, na melhor das hipóteses, ficará levemente abaixo do registrado ano passado.

Os dados apresentados por Garibaldi, se confirmados, serão um problema adicional no esforço do governo para cumprir sua meta fiscal deste ano. O setor público consolidado tem uma meta de superávit primário de R$ 99 bilhões, sendo que R$ 80,8 bilhões são do governo central, onde são contabilizados os números da Previdência.

Leia também:  Setor de serviços recua 0,8% de junho para julho
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.