O deputado Nininho afirma sobre a necessidade de se implantar uma rodovia alternativa para o trecho

O deputado estadual Ondanir Bortolini (PR), Nininho, apresentará hoje (18), às 17h, na sessão plenária que acontecerá na Assembleia Legislativa, a indicação ao Governo do Estado de uma rota alternativa ligando Cuiabá à Chapada dos Guimarães pela MT-030. A rodovia ligará o rodoanel de Cuiabá até a rodovia MT-251 em Chapada.

Atualmente, o deslocamento de Cuiabá à Chapada dos Guimarães é feito exclusivamente pela MT-251, um percurso de 64 quilômetros, com uso limitado, tanto pelos fatores econômicos e históricos, determinados à época de sua criação, quanto pelo aumento das cargas rodoviárias que evoluíram além da capacidade estrutural da rodovia, danificando a pista e prejudicando a trafegabilidade.

Leia também:  Doutor Manoel pode deixar o PMDB e migrar para o Solidariedade

“O que se deseja é diminuir a distância entre os dois municípios por um caminho mais curto, total de 30 quilômetros, e reto, retirando o trânsito pesado de carretas da estrada parque, até porque esse traçado está completamente fora dos limites do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, o que não implicará em impactos ambientais sobre a área de amortecimento da rodovia”, ressalta Nininho.

Essa estrada também ajudará no escoamento da safra e no recebimento de insumos procedentes da área de influência da BR-070 nos municípios de Campo Verde, Primavera do Leste, Paranatinga, Nova Brasilândia, Novo Santo Antônio, Chapada dos Guimarães entre outros.

“Além disso, essa rota pela MT-030 servirá de alternativa para o trecho das BRs 070/163/364 entre a serra de São Vicente e Cuiabá” reforça o parlamentar.

Leia também:  Câmara decide se Jacob preso desde junho continuará recebendo auxílio-moradia

Ainda segundo Nininho, a idéia já foi apresentada para o governador Silval Barbosa e para o Ministério Público Estadual (MPE) que concordaram de imediato com a proposta.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.