Fachada da Polícia Federal em Rondonópolis - Foto: Arquivo AGORA MT
Fachada da Polícia Federal em Rondonópolis – Foto: Arquivo AGORA MT

A Polícia Federal cumpre nesta terça-feira (18) seis mandados de busca e apreensão em Mato Grosso da Operação “Anjos na Rede” com o objetivo de combater os crimes de publicação de material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes em sites na internet.

Além de Rondonópolis, a ação está sendo feita em Cuiabá, Várzea Grande e Tangará da Serra (239 km a Médio-Norte da Capital).

A Polícia Federal não quis informar se a apreensão em Rondonópolis ocorreu em uma residência ou comércio e em que bairro. Não houve prisões.

Conforme o delegado responsável pelo caso, Dennis Cali, o próximo passo é analisar o material apreendido. São vídeos de pedofilia e sexo explícito. Parte do material era baixado por internautas do Estado e alguns vídeos era postados em Mato Grosso.

Leia também:  Acusado de dirigir embriagado sofre acidente, paga fiança e é liberado

As apreensões ocorreram tanto em residências quanto em lan houses.

A investigação da PF começou em agosto do ano passado, a partir de “notícias-crimes” encaminhadas pelo Grupo de Combate aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil na Internet, da PF.

Em análise dos relatórios, que contém a materialidade delitiva de pornografia infanto-juvenil, a PF confirmou indícios “robustos” da prática dos crimes previstos na lei 8.069/90 no artigos 241-A (publicar ou divulgar por qualquer meio, inclusive por meio de sistema de informática ou telemático, fotografia, vídeo ou outro registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente).

O material também incorre no artigo 241-B da legislação (adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente), da Lei 8.069/90.

Leia também:  Advogado é preso acusado de se masturbar para mulheres nas ruas de Tangará da Serra

A pena para esses crimes pode chegar a seis anos de reclusão e multa.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.