O plantio do algodão está praticamente finalizado e chega a 99,5% dos pouco mais de 593 mil hectares cultivados em Mato Grosso. O Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) apontou o menor avanço semanal  desde o início da safra 2013/14, 0,9 %,  apenas 5,3 mil hectares. A estimativa é de que a semeadura esteja concluída até a próxima sexta-feira.

Segundo o instituto, com o fim do mês passado terminou “também a última janela de semeadura. A data de encerramento varia de acordo com a cidade e sua série histórica de precipitações, e a data mais tardia para o encerramento em Mato Grosso é o dia 28 de fevereiro. Assim, os produtores buscam sempre encerrar a semeadura antes do final da janela, para diminuir o risco de falta de chuvas no final do ciclo de formação da pluma”.

Leia também:  Governo apresenta Plataforma Digital da Agricultura Familiar de MT

No entanto, “com as chuvas fortes e regulares que assolaram o Estado no fim de janeiro e em algumas semanas de fevereiro, para alguns produtores não foi possível concluir a semeadura a tempo, obrigando-os a assumir esse risco maior, e semear o algodão fora dessa janela de segurança”.

Em relação aos preços, no mercado interno mato-grossense “fevereiro se mostrou um mês de retração de preços da pluma de algodão no Estado. Com a cotação 4% menor se comparada ao início do mês, os produtores e comerciantes estão começando a ficar mais flexíveis aos preços oferecidos”.

No mercado futuro, o contrato de julho da Bolsa de Mercadorias de Nova Iorque “seguiu o ritmo da semana anterior, e terminou a semana em queda. Devido à realização de lucros realizada na terça-feira, e a divulgação de relatório do USDA, que registrou exportações semanais a níveis baixos nos Estados Unidos, a cotação fechou a semana a cents de US$ 87,17 (US$ 28,83/@), 1,2% menor se comparado à semana anterior, registrando queda pela segunda semana consecutiva no ano”.

Leia também:  Federação dos Hospitais Filantrópicos de Mato Grosso lança nota em relação aos repasses atrasados pelo Governo
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.