Juca Lemos coordenação do Procon - Foto: Ricardo Costa / AGORA MT
Juca Lemos coordenação do Procon – Foto: Ricardo Costa / AGORA MT

O órgão de defesa do consumidor em Rondonópolis, o Procon, divulgou neste sábado (08) a programação da semana alusiva ao Dia Mundial do Consumidor que é comemorado dia 15 de março. Entre as atividades estão palestras em escolas, panfletagens e mobilização na Praça Brasil com o tema: “Oi, Claro que sou Vivo, vou protestar Tim Tim por Tim Tim na Praça Brasil”.

De acordo com o coordenador da instituição, Juca Lemos, na segunda-feira (10), às 15h o Procon irá divulgar o resultado das centenas de processos contra as telefonias móveis aplicados nos anos de 2009 à 2012. Além disso, o valor das multas também será mostrado.

Na terça-feira (11) haverá palestras em escolas e na noite do dia seguinte, será realizada uma reunião com vários lojistas de Rondonópolis.

Leia também:  Agosto Dourado | Hora do Mamaço: É preciso valorizar o aleitamento materno

“Fizemos uma parceria com a Acir e com a CDL, onde vamos mostrar aos empresários que vários problemas podem ser evitados ainda dentro da loja, além disso vamos abordar diversos assuntos como problemas com preços, venda casada, assistências técnicas e devolução”, explica Juca.

Já na quinta-feira (13), será feito outro circuito de palestras em escola e uma panfletagem sobre meia entradas em eventos culturais e esportivos, em parceria com a classe estudantil.

Sexta-feira (14) o Procon irá colocar uma barraca na Praça Brasil, para que os consumidores protocolem reclamações de qualquer operadora de telefonia, seja por preços abusivos, mudanças de planos, entre outros problemas. Os atendimentos serão realizados das 8h às 17h.

Leia também:  Manifestantes vão pra frente de empresa de Ministro, mas se negam dialogar

No mesmo dia às 15h será realizado uma mobilização com o tema. “Oi, Claro que sou Vivo, vou protestar Tim Tim por Tim Tim na Praça Brasil”.

“É uma parceria com os vereadores. Nosso protesto é contra todas as operadoras. A intenção não usar o celular por uma hora, proteste você também”, finaliza Juca Lemos.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.