Reuniao na promotoria - Foto: Varlei Cordova / AGORA MT
Reunião na promotoria – Foto: Varlei Cordova / AGORA MT

A promotora Joana Nines realizou uma reunião na tarde desta segunda-feira (24) para tornar público que o Ministério Público (MP) atendeu as ações de insatisfação da sociedade contra a  concessionária Morro da Mesa onde o MP aciona a justiça e quer pedágio zero em Rondonópolis. A ação foi divulgada com exclusividade na quinta-feira (20) pelo site AGORA MT. (leia mais)

As reclamações estão relacionadas a falta de manutenção da estrada, à demora no atendimento de socorro e preço. De acordo com a promotora estão cobrando por um serviço que não está sendo prestado. “O consumidor está tendo o seu direito de ir e vir cerceado, o que contraria a nossa constituição”, afirmou a promotora.

Com quatro filhos e uma esposa para sustentar o sitiante João Batista, do assentamento Chico Mendes, afirma que com a cobrança de pedágio está sobrando nada para manter a família. “Vendo banana, cada caixa custa R$30, tiro por mês um pouco mais de R$ 1 mil e gasto R$ 13 por dia com pedágio, infelizmente tenho que fazer um extra por fora, na roça dos vizinhos para conseguir manter minha família” diz João.

Leia também:  Observatório Social apresentou o ‘balanço’ do trabalho deste ano

 

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.