Eduardo Jorge - Foto: reprodução
Eduardo Jorge – Foto: reprodução

 

O Partido Verde (PV) oficializou a pré-candidatura do ex-deputado Eduardo Jorge à Presidência da República e durante o encontro ele apresentou o documento “Viver Bem. Viver Verde”, em que lista dez diretrizes para a elaboração de um programa de governo.

O texto defende questões polêmicas, como a descriminalização do aborto e da maconha e uma reforma política que prevê a extinção do Senado. “O que o PV quer é a revolução de mudar a forma de viver”, disse Eduardo Jorge.

Em relação ao aborto o texto diz “Queremos a legalização do procedimento, estabelecendo regras e limites de idade gestacional numa lei, mas que permita à mulher e seu companheiro seguirem este caminho com segurança”.

Já a proposta para as drogas é defender a legalização da maconha como forma de coibir o narcotráfico e o crime organizado. “As outras drogas mais pesadas devem ter estratégias a ser implementadas na sequência”, afirma o documento.

Leia também:  Em busca das assinaturas

O Partido apoia a proposta do deputado Eurico Júnior (PV-RJ), apresentada no final de fevereiro, que legaliza o cultivo, o comércio e a distribuição da maconha, tanto para uso medicinal quanto recreativo.

No capítulo dedicado à reforma política, o PV defende nova consulta popular sobre o sistema de governo, para que o país adote o parlamentarismo, modelo rejeitado em plebiscito nacional realizado em 1993. A proposta apoia a extinção do Senado e a redução, dos atuais 513 para 411, no número de deputados federais.

Advertisements
COMPARTILHAR
Artigo anteriorFim do namoro
Próximo artigoWanessa lança clipe para Turn it Up

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.