Foto: reprodução/ SBT
Foto: reprodução/ SBT

 

A estreia do The Noite com Danilo Gentili na noite de segunda-feira, 10, garantiu a vice-liderança para o SBT na faixa das 00h05 à 1h04.

Segundo dados consolidados do Ibope, o The Noite estreou com 6,1 pontos de média, contra 13 da Globo, 2 da Record e 2 da Band. O share — participação dos televisores sintonizados no canal — ficou em 18%.

O número é 44% maior se comparado à audiência de estreia de Rafinha Bastos no novo Agora é Tarde, na Band, na última quarta-feira, 5, quando estreou com 4 pontos.

Cada ponto equivale a 65 mil domicílios na Grande São Paulo.

Antes de mostrar o caprichado cenário no SBT, o humorista fez uma espécie de homenagem à Jô Soares, que apresentou durante anos um talk show na mesma faixa de horário na emissora. O antigo cenário do apresentador coberto de pó e teias de aranha logo foi deixado de lado com a presença de Ivo Holanda dizendo que se tratava de “uma pegadinha do SBT”.

Leia também:  Resumo de novelas desta sexta-feira (10)

“Há quinze anos o SBT não tinha um talk show de verdade. E há quinze minutos continua não tendo”, brincou Danilo em seu monólogo de abertura.

O apresentador também fez piada com a ausência do locutor Marcelo Mansfield, que permaneceu na Band ao lado de Rafinha Bastos no novo Agora é Tarde. Em um quadro, Gentili apareceu dentro de um supermercado fazendo compras. Ao ver uma mensagem em seu celular com a frase “O veio pulou fora do barco”, o humorista se apaixona de imediato pelo locutor do mercado — Diguinho — e o convida para fazer parte do The Noite. “É um papel pequeno, qualquer idiota pode fazer aquilo”, ironiza Gentili.

Vivendo seu momento de Roberto Justus, Danilo mostrou em um divertido quadro — que fez uma espécie de homenagem às pegadinhas do SBT — como fez a contratação dos quatro estagiários do Late show. Com perguntas indiscretas, deixou na saia justa os jovens que sonhavam em trabalhar ao lado do ídolo.

Leia também:  Maiara que faz dupla com Maraísa é atropelada em GO por motorista que mexia no celular

Já na parte da entrevista, o primeiro convidado foi o humorista Fábio Porchat — um nome global de peso, diga-se de passagem. Além das tradicionais perguntas sobre a Porta dos Fundos — que ganhará uma série sobre a Aids a partir de abril –, Danilo conversou sobre as piadas que deixam de funcionar nos palcos e na TV após um tempo e essa mudança natural que existe na recepção do público. Papo entre humoristas que desperta a curiosidade dos maiores interessados das piadas.

Sem ficar se gabando do convidado, Gentili fez piada com Porchat ao exibir o quadro “Curso de Atuação Fabio Porchat” — ressaltando os vícios do humorista com o exagero das expressões e as frases de efeito da Porta dos Fundos. Simplesmente hilário! O apresentador, por sua vez, também ganhou o quadro “Curso Danilo Gentili de Apresentação de Late Show” — tirando sarro de seu jeito de apresentar o programa.

Leia também:  Resumo de novelas desta quarta- feira (22)

O lado mais teatral da entrevista ficou para o final, quando um homem vestindo a camiseta da argentina atirou com uma arma de mentira em Gentili, com Porchat pulando e salvando a vida do amigo. O rapaz saiu do estúdio gritando “esse locutor é minha, essa segurança é minha, é tudo minha” e Fabio “agonizando” com o peito ferido.

Se nos Estados Unidos Jimmy Fallon participa de diversas esquetes cômicas ao lado de celebridades como Michelle Obama, Will Smith, Justin Timberlake, Lindsay Lohan e dezenas de outros, Danilo Gentili promete aproveitar os artistas brasileiros e fazer graça além das entrevistas, em quadros e participações especiais, como fez ao fim do primeiro programa com Palmirinha, Rachel Sheherazade e Agnaldo Timóteo.

Com mais estrutura e ideias criativas de sobra para realizar tudo o que deseja no SBT, Danilo começou a trilhar um caminho que o consolidará como o grande precursor do late show no Brasil. E merece!

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.