Edvaldo Pereira da Silva tentou matar a irmã a facadas - Foto: Ricardo
Edvaldo Pereira da Silva tentou matar a irmã a facadas – Foto: Ricardo Costa / AGORA MT

O servente de pedreiro Edvaldo Pereira da Silva (46) não mostrou nenhum arrependimento ao relatar aos policiais militares para a confecção do Boletim de Ocorrência (BO), como e porque tentou matar sua irmã, na tarde de terça-feira (04), no bairro Cidade Alta, em Rondonópolis, com duas facadas, “Ela me disse que eu valia menos que um cachorro e a briga vem de longe desde que minha mãe morreu e a casa dela foi dívida e o dinheiro repartido entre os nove irmãos”, revelou.

Edvaldo se mostrava inconformado com a situação e frio a tal ponto que disse que aquela história não iria terminar assim, “Isso ainda não terminou, durante toda a doença da minha mãe quem cuidou dela fui eu, a casa me pertencia por direito, minhas duas irmãs não poderiam ter feito isso comigo”, reclamou em tom de ameaça.

Leia também:  Atualizada | Motociclista é atropelado por caminhão e morre no Anel Viário
Pexeira usada por Edvaldo Pereira da Silva - Foto Ricardo Costa / AGORA MT
Peixeira usada por Edvaldo Pereira da Silva – Foto Ricardo Costa / AGORA MT

O servente de pedreiro foi preso em flagrante pela PM logo após a tentativa de homicídio, ele estava sentado debaixo de uma árvore ainda dentro do terreno pertencente a irmã, com a arma do crime na mão, uma peixeira muito afiada. Edvaldo desferiu duas facadas contra a irmã, uma acertando o peito e a outra a mão o crime só não foi consumado graças aos vizinhos que ouviram o pedido de socorro da vítima.

O ataque aconteceu na casa da vítima e segundo o próprio Edvaldo teria acontecido logo após sua irmã dizer que ele valia menos que um cachorro, “Pedi um copo de água, ele disse que iria pegar, mas que seria a última vez, já que eu valia menos que um cachorro, isso foi para mim a gota d’água puxei a faca e tentei matá-la”, finalizou.

Leia também:  Corpo de homem em decomposição é encontrado embaixo de ponte em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.