Foto: assessoria
Foto: assessoria

 

As famílias do bairro José Sobrinho e adjacências poderão cadastrar os filhos de zero a cinco anos para as vagas no Centro de Educação Infantil que está para ser inaugurado. O cadastramento acontece na semana que vem, de segunda a quinta-feira (10 a 13), no período da manhã, das 6h 30min às 11h 30min, na secretaria da UMEI Mãe Margarida, no bairro Vila Rica; e na sexta-feira e no sábado (14 e 15) no salão paroquial da Igreja do bairro Vila Rica.  O cadastramento é  considerado a pré-matrícula, sendo que para pleitear a vaga a criança precisa passar pelo processo, e também como um instrumento para conhecimento da demanda da região. A seleção das crianças que serão matriculadas ocorrerá de acordo com as normativas da Secretaria Municipal de Educação para a Educação Infantil.

Leia também:  Instituições se unem para garantir atualização do Plano Diretor do município

O cadastramento das crianças e o início das aulas no CEI da José Sobrinho foram discutidos em reunião realizada nesta quinta-feira (6), na sede da Secretaria Municipal de Educação (Semed), entre a secretária de adjunta da pasta, Franscismeire Pedrosa da Silva; o gerente do Departamento de Gestão Escolar, Ronny Wdson; os presidentes de bairro Valdir Gusmão Santos (José Sobrinho) e Cláudio Santos (Pe. Lothar); e a diretora da UMEI Mãe Margarida, Elenice Moura de Souza Moreira.

O cadastro será feito por servidores da UMEI e da Semed. A família cadastrada receberá um protoloco com o número da inscrição. A estimativa é que a obra do Centro de Educação Infantil seja entregue na próxima semana, com inauguração estimada ainda para março. A data para o início das aulas deverá ser divulgada na próxima semana.

Leia também:  Metello vai à Câmara e nega irregularidades em contrato

Francismeire lamentou durante a reunião à morosidade da entrega da obra pela empreiteira responsável, lembrando que a entrega oficial é aguardada desde o ano passado, passando depois para janeiro e posteriormente para depois do carnaval. “Entendemos que esta morosidade está gerando problemas social e financeiro”.

Os presidentes de bairro também lamentaram o atraso e se dispuseram a serem mediadores das informações entre Semed e comunidade. Os presidentes se dispuseram a avisar a comunidade sobre o cadastramento.

A princípio, o centro receberá os alunos da UMEI Mãe Margarida, que está com problemas na estrutura do prédio do lado da igreja, cujos alunos ainda não iniciaram o ano letivo.

Documentos

Os pais e/ou responsáveis devem comparecer ao cadastramento munidos de cópia da certidão de nascimento da criança e comprovante de que está trabalhando. A documentação será usada como critério de desempate.

Leia também:  Balcão de empregos: 231 vagas para Rondonópolis (08/06)
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.