á está disponível para toda classe artística da dança, o site www.festivaldancarte.com.br, criado para divulgar todas as atividades envolvendo o segmento no Estado, assim como promover a quarta edição deste evento, que sempre foi realizado em Rondonópolis. No site constam todas as informações precisas para as companhias, academias, bailarinos independentes participarem da Mostra de Dança não competitiva, assim como encontros e seminários que abordam assuntos relevantes da área.

A coordenadora geral do Dançarte e representante regional da dança em Mato Grosso, junto ao Conselho Brasileiro, Sarah Jane Venâncio, disse que já apresentou uma proposta à secretaria de cultura de Cuiabá e aguarda por respostas para que alguns eventos sejam realizados na capital este ano, devido ao grande número de público e academias participantes. Um deles seria um seminário estadual da dança, com a presença da Companhia Brasileira de Ballet, do diretor Jorge Teixeira, que apresentaria o 1º e o 2º ato do Ballet de Repertório Dom Quixote, um dos balés mais vigorosos e divertidos que agrada todo tipo de plateia pelo Brasil e ainda a participação da primeira bailarina do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Cecília Kerche.

Leia também:  Escola pega fogo e alunos ficam sem aula na Vila Operária

“Este seminário depende de um grande apoio financeiro, já que são 40 integrantes. Profissionais renomados que vem de outros Estados para trazer conhecimento aos nossos bailarinos. Temos um custo muito alto com passagens áreas, hospedagem, cachês. Já enviamos um ofício e agora esperamos por um retorno da prefeitura da capital, afirma Sarah Jane”.

Sarah conta ainda que este tipo de evento exige uma série de adequações, ou seja, uma melhor infra estrutura para possibilitar um grande espetáculo, com piso apropriado, palco específico, com proteção lateral, cortinas nas laterais, na frente, espaço para trocas de cenografias, piso que garanta nivelamento e segurança para dança nas pontas, com linóleo e fitas para prendê-los. Tudo o que o município de Rondonópolis não oferece. “Hoje, quando realizamos espetáculos de ballet de repertório aqui, dependemos de palcos trazidos de outros Estados como Paraná e Goiânia. Despesa que não podemos classificar como pequena, diz Sarah”.

Leia também:  CDL Rondonópolis entrega carro 0 km a sorteada do Liquidaqui 2017

Quanto ao Festival Dançarte, a Mostra de Dança e o Espetáculo de Gala, serão realizados mesmo em Rondonópolis, garante Sarah Jane. “A cultura não pode parar. Mesmo sem apoio financeiro do setor político e privado que seja, pra realizarmos esses eventos em Rondonópolis, sabemos que o dinheiro que entra com as taxas de inscrições e a venda de ingressos nos ajuda a mantê-los pelo menos, diz a organizadora. O ideal seria proporcionar esses espetáculos de forma gratuita à população que já é tão carente de cultura no município, mas por falta de ajuda, é o que nos resta a fazer, ressalta”.

Os interessados em participar, já podem conferir o regulamento no site e se antecipar. Informações pelo telefone 66-3422-1555.

Leia também:  Ford Fancar realiza pré-venda do novo Mustang em Rondonópolis
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.