A pré-candidatura do senador Pedro Taques ao governo de Mato Grosso deve ocorrer entre 20 e 30 de março em Cuiabá, com a participação de diversos líderes partidários nacionais. A definição ocorreu durante uma reunião dos partidos que o apoiam na tarde desta quarta-feira (05), no Hotel Odara.
Participaram da reunião representantes do PDT, DEM, PSDB, PTB, PPS e PV.
O prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes, é um dos integrantes do comitê da pré-candidatura e está no comando das negociações com o PR. “Criamos o comitê para organizar a pré-campanha, eu faço parte junto com os demais presidentes dos partidos e vamos construir essa aliança até as convenções. Estamos dialogando com o PR e ainda acredito no interesse dos republicanos em fazer parte dessa aliança política”.
Em relação ao palanque exclusivo de Dilma Rousseff em Mato Grosso, Mauro minimizou dizendo que palanques múltiplos não é novidade em Mato Grosso e não se trata de uma inovação. “Na aliança do grupo no estado participam vários projetos nacionais. O PSB tem candidato a presidente, Eduardo Campos, o PSDB tem o Aécio Neves e a própria presidente Dilma e outros partidos que devem lançar seus candidatos. O cenário nacional não vai interferir no cenário regional e nem o regional no cenário nacional”, avaliou.
Advertisements
Leia também:  Vereador reivindica poços artesianos para assentamentos rurais

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.