Distúrbios relacionados à ansiedade geralmente exigem medicação, psicoterapia ou os dois juntos. Mas isso não significa que mudanças no estilo de vida estão fora de cogitação para amenizar os sintomas. Uma dieta equilibrada e exercícios físicos regulares podem não curar totalmente o mal, no entanto, melhoram o humor e o bem-estar. Além disso, inúmeros alimentos e bebidas também podem ajudar a diminuir a ansiedade. Abaixo, veja 5 deles, de acordo com o Huffington Post.

1. Peixes ricos em gordura
Em um pequeno estudo realizado na Ohio State University, participantes que ingeriram um suplemento de ácido graxo ômega 3 mostraram uma redução de 20% na ansiedade, quando comparados a um grupo que consumiu pílulas placebo. Ao invés de encorajar as pessoas a comprarem suplementos, a co-autora do estudo, Martha Belury, indica mudança na dieta. “As pessoas deveriam apenas considerar um aumento de ômega 3 em sua dieta”, disse, em comunicado.

Leia também:  Criança com HIV não tem mais sinais do vírus mesmo sem remédios

2. Chá de camomila
A camomila é utilizada pelas suas propriedades naturais de cura desde a era antiga, mas a ciência moderna está começando a tirar o atraso. Um pequeno estudo de 2009 descobriu uma “modesta” melhora em pessoas que apresentavam desordens de ansiedade de leve a moderada após serem tratadas com extrato de camomila.​
3. Ovos
O cérebro precisa de uma ampla variedade de vitaminas B para operar de forma otimizada. Quando estamos sem estas vitaminas, é comum sentirmos confusão, irritabilidade e ansiedade, entre outros efeitos, segundo informa o Psychology Today. Certifique-se de que você está incluindo em sua dieta alimentos que sejam fonte de vitamina B, como carne vermelha e de porco, frutas cítricas ou ovos, que, além disso, são ricos em colina, uma vitamina crucial para a saúde do cérebro.

Leia também:  Confira 22 truques culinários que turbinam a saúde

4. Probióticos
Já se sabe que o cérebro se comunica com o estômago – o que explica a fome, inclusive. Mas um número crescente de pesquisas sugere que a bactéria do intestino também está envolvida nesta conversa. As boas, que são os probióticas, vivem no intestino e promovem o funcionamento gástrico saudável. Mas, em um estudo de 2011, pesquisadores irlandeses descobriram que uma certa bactéria probiótica encontrada no iogurte reduz os comportamentos associados ao estresse, à ansiedade e à depressão.

5. Chá verde
O chá verde é rico em um amionoácido chamado L-teanina, que já foi relatado ter efeitos calmantes. Em um estudo, participantes que ingeriram 200 ml da substância antes de um teste se mostraram mais calmos.

Leia também:  Os sinais ignorados do infarto
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.