Sete unidades de ensino da rede municipal amanheceram de portas fechadas na região de Manguinhos, na zona norte da cidade do Rio de Janeiro, depois de uma noite de manifestações e tiroteios. As quatro escolas, duas creches e um espaço de desenvolvimento infantil atendem a cerca de 4 mil alunos.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação, o motivo do fechamento das unidades é a “violência no entorno”. No entanto, a secretaria diz que o conteúdo perdido será reposto.

Um colégio estadual também fechou as portas na manhã de hoje. A Secretaria Estadual de Educação informou que a unidade tem autonomia para tomar providências a fim de garantir “a integridade física e moral de seus alunos, professores e funcionários”. Segundo a Secretaria, as aulas perdidas serão repostas.

Leia também:  UTI Neonatal fica sem equipe de enfermagem e bebê prematuro cai de incubadora em hospital do DF
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.