O empresário americano Gene Haas, co-proprietário da equipe Stewart-Haas na Nascar, conseguiu a licença para ter uma equipe na Fórmula 1 a partir de 2015. O dirigente confirmou nesta sexta-feira sido informado pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA) que seu pedido de adesão à categoria foi aceito com sucesso. No Conselho Mundial de Esporte a Motor, realizado nesta sexta-feira, em Marrakesh, capital do Marrocos, a entidade confirmou a aprovação da Haas Formula LLC e anunciou também avaliar o ingresso de outra equipe, a “Forza Rossa”, de origem romena e com ligações com a Ferrari. Por trás do projeto estaria Colin Kolles e Jordan, Midland, Spyker e Force India.

A aprovação da “Haas” vem após um longo processo de análise, com o intuito de garantir que Haas possui infraestrutura e condições financeiras para sustentar uma equipe de F-1. Afinal, a chegada do time americano vem poucos anos depois do fracasso do projeto de uma outra equipe do país, a USF1, que não conseguiu participar do campeonato após ter a entrada aprovada. E é justamente o desafio de alinhar os carros na corrida de abertura da próxima temporada que Haas comentou em um comunicado celebrando a vaga:

Leia também:  Cuiabá Arsenal encara último rival da 1ª fase do brasileiro

– Estamos extremamente satisfeitos por nossa licença ter sido concedida pela FIA. Quero agradecer a FIA por esta oportunidade. É um momento emocionante para mim, para a Haas Automation e para todos que gostariam de ver uma equipe americana na F-1. Agora começa o trabalho duro. Nosso trabalho é colocar os carros no grid – comemorou.

A entrada da Haas é mais um capítulo do “sonho americano” da Fórmula 1. Há anos a categoria, principalmente Ecclestone, deseja reconquistar o mercado dos EUA. Se por um lado, houve o fracasso da USF1 e a corrida nas ruas de Nova Jersey ainda não foi capaz de ser realizada, por outro lado, a construção do Autódromo de Austin e o sucesso do GP dos EUA desde 2012 são conquistas da F-1 nos últimos anos.

Leia também:  Luve vence em casa e fica fora do Z-4
Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.