Atrasos, greve de operários, pressão do Comitê Olímpico Internacional (COI). As últimas notícias sobre os Jogos Olímpicos de 2016 não têm sido animadoras. A pouco mais de dois anos da competição, o clima é de muita preocupação. Um dos principais esportistas do país e membro da comissão de atletas para os Jogos, Cesar Cielo também não esconde a apreensão com o cenário atual. Para o nadador campeão olímpico, a correria já parece inevitável e “algumas mágicas” terão de ser feitas para que tudo fique pronto a tempo.

– Eu, como atleta, espero que dê certo. A gente não imagina um cenário sem ter as Olimpíadas aqui no Rio. Como atleta, estou fazendo a minha parte. Estou me dedicando ao máximo. A dúvida é como vai ser feito tudo isso em tão pouco tempo. Esperamos só que seja um pouco melhor do que está sendo na Copa do Mundo. Mas, ao que tudo indica, vai ter que ser tudo na correria mesmo – opinou o nadador do Minas Tênis Clube.

O Centro Aquático será uma das instalações temporárias dos Jogos de 2016. Construído de forma modular, ele foi projetado para depois permitir a reutilização das piscinas, arquibancadas e coberturas em outros equipamentos. Mas, mesmo sendo provisório, também já é motivo de preocupação, principalmente entre os nadadores. As obras para a construção do palco da natação ainda estão no começo e foram paralisadas há 13 dias, quando os operários iniciaram uma greve.

Leia também:  Luve vence em casa e fica fora do Z-4

– Não sei o que vai ser feito nesses próximos dois anos. Sei o quanto tempo demora para fazer uma piscina e, em dois anos, é difícil. Para fazer uma piscina coberta e aquecida no nível das que a gente tem visto nas Olimpíadas, como a do Cubo d’Água (de Pequim 2008) e a de Londres (2012), que também era temporária, acho que é complicado. Nessa parte de construção, acho que os engenheiros e o comitê organizador vão ter que fazer algumas mágicas – avaliou.

O legado para o esporte, principalmente a natação, também é visto com desconfiança pelo campeão olímpico. Embora ressalte que hoje atletas, técnicos e pessoas envolvidas com a modalidade ganhem mais dinheiro do que antigamente, Cielo não vê projetos de continuidade para depois de 2016.

Leia também:  União, mesmo com derrota, avança e joga de novo contra o Dom Bosco

– Acho que, a longo prazo, eles não estão pensando muito, não. É tudo tão focado para a gente fazer bons resultados em 2016, que não sei como vai ser depois de dezembro de 2016. Não sei qual vai ser a continuidade. Tudo que se conversa é até dezembro. 2017 para mim é um enigma. Não sei o que esperar. Acho que os grandes clubes vão continuar da mesma forma, mas os outros eu não sei mesmo.

Os Jogos Olímpicos disputados em casa podem ser a terceira e última participação de Cielo. Aos 27 anos, o campeão olímpico dos 50m livre em Pequim 2008 ainda se vê competindo em alto nível em 2016, mas não sabe dizer se terá motivação para estender a carreira de atleta de ponta até Tóquio 2020.

– Essa geração é muito sortuda de ter a chance de nadar em casa. Vejo 2016 como uma grande oportunidade, mas não vejo nada muito além disso. Para mim, vejo como uma chance de conquistar mais um grande resultado, uma chance de realizar mais um sonho, que é o ouro nos 50m livre. Mas, até lá, ainda tenho uma grande caminhada, que vai fazer isso ficar cada vez mais palpável. É uma vontade que eu tenho de continuar ganhando nesses próprios anos para olhar para trás e ter orgulho da carreira que eu construí. Enquanto estiver na piscina, vou querer competir os meus 110%. Não coloco limite de data. Mas, por enquanto, nesse ritmo vou até 2016. Em 2017, vou fazer uma reflexão e ver como os próximos anos podem ser.

Leia também:  União começa neste domingo sonho de voltar à Copa do Brasil

Procurado pelo GloboEsporte.com, o Comitê Rio 2016 informou, através de sua assessoria de imprensa, que não vai comentar as declarações de Cesar Cielo. A Empresa Olímpica Municipal, responsável pela obra do Centro Aquático, também não retornou o pedido de resposta até a publicação da matéria.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.