A colheita da soja entra na reta final em Mato Grosso e já chega a 98% dos pouco mais de 8 milhões de hectares cultivados. Conforme o boletim divulgado pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), aponta que das 25, 8 milhões de toneladas lançadas no mercado, cerca de 75,6% já foram comercializadas. “A negociação desta safra teve início mais tardio e também mais moderado se comparado à safra anterior. Entretanto, de julho/13 a março/14 a média mensal de comercialização da safra 13/14 foi de 5%, enquanto que de julho/12 a março/13 a safra 12/13 teve média mensal de 2%, possibilitando que a diferença de comercialização seja de apenas 0,4 p.p. em março”, apontou.

Leia também:  Município de MT registra tremor de terra e deixa moradores preocupados

De acordo com o instituto, “apesar disso, em valores absolutos a comercialização da safra 13/14 é 10% maior do que a da safra anterior, reflexo de um aumento de 2,5 milhões de toneladas na produção mato- grossense do grão, que está estimada em 26,15 milhões de toneladas nesta safra”.

Em relação ao mercado mato-grossense, o Imea destacou que as cotações durante a última semana apresentaram alta de 2,8% em relação ao fechamento da semana anterior, favorecidas pela valorização da commodity em Chicago, que apresentou cotações 2,6% mais elevadas no comparativo com o fechamento semanal anterior. “O dólar, por sua vez, apresentou recuo semanal de 1,2%, encerrando a primeira semana de abril cotado a R$ 2,25, freando levemente a elevação dos preços no mercado interno. Em Sinop a saca da oleaginosa encerrou a semana cotada a R$ 53,50, elevação de 4,9% em relação à sexta-feira anterior e 4,3% em comparação à segunda-feira. Nos municípios de Campo Verde e Nova Mutum a cotação na sexta-feira foi de R$ 56,50/sc e R$ 53,00/sc, maiores preços da semana”.

Leia também:  Liminar suspende leis que dispensavam licenciamento para pequenas pisciculturas

Conforme o instituto, no mercado futuro, “a primeira semana de abril foi de alta para as cotações da soja em Chicago. O contrato maio, de maior liquidez atualmente, encerrou a semana com 37,25 pontos de alta no comparativo com o fechamento da semana anterior”.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.