O Brasil é o país com maior número de municípios na pesquisa realizada pela Organização Não Governamental (OGN) Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, do México, que apontou as 50 cidades mais violentas do mundo. Cuiabá está entre os 16 municípios brasileiros com maior índice de violência.

O estudo da ONG levou em consideração taxas de homicídio do ano de 2013 para classificar as cidades como mais ou menos violentas. O estudo utiliza índices de população e de homicídios de estatísticas oficiais dos governos locais de cidades com mais de 300 mil habitantes.

A capital mato-grossense ocupa a 29ª colocação no ranking com um taxa de 43,95 casos. O ranking conta também com Maceió-AL que está em 5º (79,76), Fortaleza-CE em 7º (72,81),João Pessoa-PB em 9º (66,92),       Natal-RN em 12º (57,62), Salvador-BA em 13º (57,61),         Vitória-ES em 14º (57,51), São Luís-MA em 15º (57,39), Belém-PA em 23º (48,23), Campina Grande-PB em 25º (46,00), Goiânia-GO em 28º (44,56), Manaus-AM em 31º (42,53), Recife-PE em 39º (36,82), Macapá-AP em 40º (36,59), Belo Horizonte-MG em 44º (34,73) e Aracaju-SE em 46º (33,36).

Leia também:  É preso o traficante que trabalhava em sistema "delivery"

Lidera o ranking como mais violenta a cidade hondurenha de San Pedro Sula. É o terceiro ano consecutivo que o município da América Central ocupa a primeira colocação. Com uma taxa de 134,36, Caracas, na Venezuela, é considerada a segunda cidade mais violenta. A terceira é Acapulco, no México, com uma taxa de 112, 80, segundo a pesquisa.

A cidade que ocupa a 50ª colocação do ranking é Valencia, na Venezuela, cuja taxa é 30,04.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.