Para Dana White, a hora de Rodrigo Minotauro se aposentar chegou. Com o nocautaço que Roy Nelson aplicou no brasileiro na memória, o presidente do UFC disse com todas as letras que não quer mais vê-lo lutar. Dana conversou com a imprensa em Quebec, no Canadá, após o card que teve a vitória de Tim Kennedy sobre Michael Bisping nesta quarta-feira.

– Com todo respeito ao Minotauro, eu não queria dizer nada até ele se manifestar publicamente. Aí ele foi lá e disse que quer enfrentar o Frank Mir. Eu não quero ver o Minotauro lutar nunca mais. Ele deveria se aposentar – afirmou.

O chefão do Ultimate mostrou respeito por Minotauro, mas voltou a deixar clara sua opinião:

Leia também:  MT | Inscrições para Circuito Estadual de Tênis encerram nesta segunda

– Ele é um cavalo de guerra. O cara esteve em batalhas no Pride. Ele é um dos lutadores mais respeitados no mundo pelos outros atletas e pelos fãs. E eu gosto muito dele também, então eu quis dar a ele a oportunidade de dizer algo primeiro. Agora eu vou dizer: Minotauro, eu te adoro, mas eu adoraria que você nunca mais lutasse.

Outro ponto tratado por Dana foi o motivo do adiamento de Wanderlei Silva x Chael Sonnen. O duelo, inicialmente marcado para 31 de maio, em São Paulo, será em 5 de julho, em Las Vegas, no UFC 175. O dirigente contou que o “Cachorro Louco” se machucou na briga que ocorreu com o americano dentro do CT do TUF Brasil:

Leia também:  Diretoria do União decide manter 15 jogadores que disputaram a Série D

– Essa luta vai acontecer. O que acontece é que o Wanderlei se machucou na briga. Ele levou um double leg e caiu no concreto e machucou as costas. Ele ainda machucou a mão quando estava batendo na cabeça do Chael. Ele se machucou, então ele não poderia lutar a tempo porque ele se lesionou enquanto estava no programa. Isso é repugnante.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.