Com os últimos três jogos encerrados na noite de quinta-feira, a temporada regular da sexta edição do NBB chegou ao fim. Ao longo de quase cinco meses, 17 equipes realizaram 32 jogos cada, em sistema de turno e returno, com 12 avançando aos playoffs. São elas: Flamengo (1º), Paulistano (2º), Brasília (3º), Limeira (4º), Pinheiros (5º), São José (6º), Uberlândia (7º), Bauru (8º), Basquete Cearense (9º), Franca (10º), Palmeiras (11º) e Mogi (12º). Os confrontos para a disputa do mata-mata também já estão definidos. As oitavas de final, que já se iniciam neste próximo domingo, só contarão com os times que ficaram do quinto ao 12º lugar, com os quatro primeiros rumando diretamente às quartas de final. Os embates terão: Pinheiros x Mogi, São José x Palmeiras, Uberlândia x Franca e Bauru x Basquete Cearense, todos em melhor de cinco jogos.

A novidade desta temporada fica por conta do chaveamento fixo. As equipes terão um caminho pré-definido até a decisão.

Leia também:  Reway estará em jogo das eliminatórias da Copa do Mundo

O Flamengo, pelo segundo ano consecutivo, dominou boa parte da ponta da tabela e terminou na liderança, com a consistente campanha de 26 vitórias e seis derrotas. Logo atrás aparece o discreto time do Paulistano, que mesmo sem grandes estrelas e com uma folha salarial baixa, conseguiu superar favoritos como Brasília e Pinheiros, fechando sua participação com 23 vitórias e nove derrotas. Depois de um começo arrasador de oito resultados positivos consecutivos, o Limeira caiu na metade do campeonato, enfrentando algumas lesões no seu plantel, mas se recuperou no final e recuperou uma posição no G4.

Na parte de baixo da tabela, Espírito Santo, Goiânia e Liga Sorocabana travaram uma verdadeira batalha para ver quem evitaria o rebaixamento, especialmente os dois últimos. Melhor para os paulistas, que venceram o Minas na rodada derradeira, com uma cesta salvadora de Schneider no fim do duelo. No próximo ano, o número de times será de 16, subindo um da Liga Ouro (segunda divisão).

Leia também:  União tem estreia contra o Dom Bosco confirmada

Além das equipes, diversos jogadores se destacaram nestes 272 duelos pela temporada regular. Entre cestinhas, reboteiros, “garçons” e outros quesitos, a reportagem do GloboEsporte.com fez o levantamento dos três melhores de cada um deles, sempre levando em conta os números absolutos.

O cestinha não foi nenhuma surpresa. Com 36 pontos na última rodada, Shamell se tornou o maior pontuador da fase regular, com 652, ultrapassando o compatriota David Jackson, do Limeira. Porém, nos demais fundamentos, algumas novidades. Nos rebotes, o favorito Olivinha foi batido por um azarão de São José. Nas assistências, um velho conhecido voltou a figurar na liderança, após alguns anos de ausência.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.