Uma comitiva técnica com veterinários do Ministério da Agricultura e do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado participou neste domingo (27) do sacrifício de 49 bovinos em razão de suspeita da Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), conhecida como doença da vaca louca.

Na última semana o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) iniciou investigação para averiguar suspeita de doença nervosa em um bovino em Mato Grosso.

Os animais com idade 11 e 13 anos foram sacrificado em um frigorífico em São José dos Quatro Marcos, sudoeste do estado, e pertenciam a mesma fazenda em Porto Esperidião. O procedimento atende aos protocolos internacionais de sanidade animal por conviverem com a vaca doente, onde os bovinos foram abatidos e incinerados para evitar possíveis contaminações.

Leia também:  Caminhoneiros cogitam bloquear no dia 1° as rodovias federais 163, 070 e 364

Amostrar de material genético dos animais foram colhidos para serem analisados. O Ministério da Agricultura informa que só vai voltar a falar oficialmente sobre o caso após a divulgação dos resultados do exame de contraprova da amostra da vaca doente, que está sendo realizado na Inglaterra.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.