O responsável da Texas Construtora e Incorporações que efetuou as obras do residencial André Maggi, Fernando Magalhães, afirmou que a demora na entrega das casas resultou na invasão. “A Caixa Econômica Federal e o Governo do Estado que são responsáveis por essa lambança que se tornou essas casas”, diz. Na madrugada desta sexta-feira (25), populares invadiram as casas que seriam entregues pelo programa de habitação.

Fernando explicou que as casas não foram entregues em virtude do governo não ter executado a pavimentação adequada da região e com as chuvas ocorreram problemas de erosão no local onde seria feito o asfalto, o que necessitou de reestruturação e o governo efetuou o pagamento de apenas um quinto do valor para colocar o asfalto no residencial.

Leia também:  Crise na UFMT pode dificultar autonomia do campus local

Apesar de não terem sido entregues, Fernando afirmou que as casas estão prontas para tal, faltando apenas detalhes como, a colocação de postes de energia e vidros que estão em algumas das casas do residencial, mas que seria preciso a correção dos danos causados pelo tempo.

Segundo o representante da Texas, o Ministério Público Federal havia sido comunicado da situação que vem se arrastando desde 2010 e devido o tempo, os problemas tem aumentado e inclusive os custos para a conclusão das obras.

A equipe do site AGORA MT procurou os representantes da Caixa Econômica Federal e do Governo do Estado para se pronunciarem sobre o fato, mas não obteve êxito.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.