A eleição de uma nova diretoria no Franca Basquete não influenciará a equipe dentro de quadra, garantiu o técnico Lula Ferreira. Na última quarta-feira, a oposição do clube venceu o pleito com a chapa “Confiança”, liderada por Paulo Nocera, que será o presidente a partir do dia 1º de junho.

Em seu primeiro discurso após a eleição, Nocera evitou falar sobre o futuro do time para não prejudicar o elenco, que disputará, a partir de domingo, as quartas de final do NBB contra o Paulistano.

– A diretoria que ganhou e vai assumir adiante foi até o nosso treino para nos apoiar e incentivar. Não adianta a gente ficar pensando no futuro, a competição nossa é agora, estamos na luta por uma vaga às semifinais do NBB. Muitos fatos fora de quadra, ou até dentro de quadra, podem influenciar o atleta se ele não estiver preparado psicologicamente. Não pode misturar as coisas. O futuro no clube será decidido após o NBB, agora, estamos no NBB – comentou Lula Ferreira.

Leia também:  União e Luve decidem o Estadual Sub-19

O técnico não sabe qual será seu destino no clube, porém, garantiu que sua vontade é permanecer à frente do Franca Basquete.

– Quando cheguei ao Franca, em 2012, pedi para realizar um trabalho de quatro anos. Não foi possível fazer um contrato com esse tempo, pois o clube geralmente muda de diretoria a cada dois anos, quando acontecem eleições. Assinei por dois anos, mas moralmente são quatro. Não tenho motivo nenhum para sair de Franca. Fui muito bem recebido pelos torcedores, a comissão técnica tem muita qualidade, estou cercado por pessoas competentes e a estrutura é muito boa.

O primeiro jogo do Franca nas quartas de final do NBB acontecerá neste domingo, às 18h, em São Paulo, contra o Paulistano.

Leia também:  Com a demissão de Ceni, São Paulo vai completar 16 técnicos em 8 anos

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.