O departamento de soja do estado de Mato Grosso – MT concerniu à expectativa de estoques mais baixos dos últimos 10 anos, de 27 milhões de toneladas, 0,6% a menos do que o registrado na safra passada, quando o país sofreu com a estiagem severa de 2012 reduzindo drasticamente seus estoques. Os dados foram divulgados pelo USDA em seu relatórios seus relatórios de estoques da safra 2013/14 e de estimativa de semeadura da soja na safra 2014/15.

De acordo com boletim semanal de soja-análise, para o segundo semestre, o tom do mercado tende a ser de baixa se o aumento da oferta de soja dos EUA for confirmado. Este será um período de mercado de tempo (Weather Market), no qual qualquer variação no clima que atrapalhe o desenvolvimento da soja poderá alterar o rumo do mercado.

Leia também:  Vendas de veículos aumentam 1,9% em julho de 2017

A pesquisa revela que atualmente, o USDA estima que o país aumente a área da soja em 6% nesta safra, registrando 32,98 milhões de hectares.

Todos os contratos na Bolsa de Chicago com vencimento até agosto/2014 (antes do início da colheita nos EUA) registraram cotações recordes na última semana, refletindo também nas cotações mato-grossenses.

Com a soja atingindo patamares elevados e expectativa altista até o fim do ano comercial nos EUA (agosto) este pode ser um ótimo momento para o produtor negociar sua safra, aproveitando das boas cotações para garantir sua lucratividade.

 

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.