O vereador Thiago Silva (PMDB), está solicitando da Prefeitura Municipal e ao Governo do Estado a instalação de câmeras de segurança nas escolas municipais e estaduais de Rondonópolis. A indicação foi protocolada na terça-feira passada (15), na Câmara Municipal. A proposta é que as câmeras sejam integradas ao Centro de Controle, Comunicação e Inteligência de Rondonópolis (C3i).

“O objetivo da instalação das câmeras, segundo Thiago, é garantir a integridade dos estudantes, professores e servidores nas instalações das escolas, que atualmente necessitam de um grau maior na prevenção por parte do Poder Público”, disse o vereador.

Ele explica que a ideia é uma maneira de desestimular a ação criminosa nas instituições de ensino. “Também valerá como fonte de informações ao planejamento de ações preventivas e elucidativas na área de segurança pública. Me preocupo com a segurança pública próximo das escolas. Temos que apresentar soluções como esta que propiciem mais segurança ao cidadão”, complementou.

Leia também:  OAB/MT quer auditar sistema de escutas no Estado

Segundo Thiago Silva, a cada dia que passa aumenta o índice de violência e tráfico de drogas em nossa cidade, principalmente próximos às escolas “O presente projeto visa contribuir preventivamente contra a ação dos marginais e qualquer ato de violência dentro ou fora das escolas. Assim, entendo que a instalação de câmeras de monitoramento nas escolas e creches de nossa cidade, irá intimidar os marginais”, externou o vereador.

O vereador Thiago Silva relembra que recentemente uma criança que estava próxima à escola do Jardim Serra Dourada foi abusada sexualmente. “Caso já existisse um sistema de monitoramento no local, poderíamos descobrir quem foi o marginal e incrimina-lo com mais facilidade”, observou.

As câmeras de vigilância, segundo Thiago, não é a única ideia apresentada para coibir o tráfico e o aliciamento de menores. O vereador também apresentou uma indicação ao Comando da Polícia Militar solicitando rondas policiais próximos as escolas municipais e estaduais.

Leia também:  Servidores da Coder pedem socorro à Câmara de Vereadores

“É necessário aumentarmos os mecanismos de prevenção na segurança escolar, onde os infratores, sabendo das deficiências e fragilidade dos mecanismos de prevenção e segurança insistem em ficar nos arredores das escolas. Em alguns casos até entram nos estabelecimentos de ensino com finalidade das práticas criminosas”, finaliza Thiago Silva.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.