O empate sem gols contra o Barbalha-CE, fora de casa pela Copa do Brasil, não agradou o treinador Luciano Dias. Para ele, o Cuiabá não criou chances claras de gol e viu uma melhora do grupo apenas no segundo tempo. Apesar disso, o resultado foi satisfatório, já que o time decide a vaga na próxima fase dentro de casa, precisando de uma vitória simples para avançar. A partida da volta está marcada para o dia 16 de abril, no Estádio Presidente Eurico Gaspar Dutra.

– Tivemos dificuldades na criação, o campo também não ajudou, a bola ficava viva. O Barbalha tem um bom time, não toma gols há seis jogos e são rápidos. No segundo tempo, fizemos algumas mudanças e o time melhorou. Chegamos com perigo algumas vezes, mas só na bola parada – disse.

Leia também:  Times de Mato Grosso vão mal na rodada de final de semana

Sem o lateral-direito Éder Sciola, poupado, Luciano Dias mudou o esquema do time. Saiu do 4-4-2 e começou o jogo no 3-5-2.

– Diante das circunstâncias, achamos melhor iniciar o duelo dessa forma, mas não tivemos sucesso. Agora temos o jogo em casa, que uma vitória simples nos coloca na próxima fase. Mas antes, temos que pensar no Luverdense, já que podemos levantar a taça neste domingo.

Alheio a Copa do Brasil, o Dourado está na disputa do título do Campeonato Mato-grossense. Após vencer por 1 a 0 no jogo de ida, o time vai até Lucas do Rio Verde neste domingo, enfrentar o Luverdense, pela partida decisiva. Um empate garante o quinto título estadual do Cuiabá. Vitória do Luverdense por um gol de diferença leva a disputa para os pênaltis.

Leia também:  Meninas do vôlei vencem a primeira em Cuiabá

As equipes entram em campo neste domingo, às 15h, no Estádio Passo das Ema.

Advertisements

Comentários

*Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do site.